Episódios

Reptilia | Parte I

Série Cápsula

“Reptilia é arquitetura, proporções, design, desperdício zero, sustentabilidade, criatividade, público, inspiração”.
Na série cápsula do CRIA SUA, a primeira entrevistada é Heloisa Strobel, arquiteta, estilista e empreendedora. Neste vídeo, a criativa conta como nasceu a sua marca – Reptilia – e fala sobre o processo criativo.
Todas as etapas da produção estão ao alcance de quem for à loja atelier, que fica na Alameda Prudente de Moraes, em Curitiba.

Reptilia | Parte II

Série Cápsula

A estilista curitibana Heloisa Strobel explica como a sustentabilidade é um valor importante para a sua marca, a Reptilia, citando a utilização de tecidos brasileiros e certificados e o “desperdício zero” como práticas adotadas.

Reptilia | Parte III

Série Cápsula

Quais são as maiores delícias e as maiores dores de empreender? A estilista Heloisa Strobel conta que “a maior delícia é ver que você envolve tanta gente no teu sonho”.
A entrevistada destaca tanto a realização que tem junto à sua equipe, quanto em relação ao público que veste Reptilia: “não tem nada mais gratificante que você encontrar uma pessoa na rua usando uma peça sua”.

EBANX | Parte I

Série Cápsula

“Criatividade sempre teve a ver conosco” destaca Alphonse Voigt, cofundador do EBANX. A fintech curitibana que em 2012 começou como uma startup de 4 pessoas hoje já soma mais de 750 colaboradores.

EBANX | Parte II

Série Cápsula

“Qual o próximo grande passo?”
Na segunda parte da entrevista ao CRIA SUA, Alphonse Voigt responde essa questão e conta como é importante para uma empresa como o EBANX focar no crescimento.

Badu Design | Parte I

Série Cápsula

Neste vídeo, contamos um pouco sobre a história inspiradora de uma empreendedora criativa.
Ariane Santos passou por um período muito difícil na sua vida após a perda da sua avó. Conseguiu por meio da arte manual se reconectar e resgatar a alegria em sua vida. Para estender essa transformação a outras mulheres, criou a Badu Design, um negócio social em que resíduos e materiais descartados se tornam produtos que geram renda e conexão.

Badu Design | Parte II

Série Cápsula

Como é o processo criativo da Badu Design?
A partir do material recebido – descarte e resíduos têxteis – as peças são criadas em um processo colaborativo.
“Criar é uma grande brincadeira, e é chato brincar sozinho. Por isso, criar, pra mim, é criar junto” conta a fundadora da marca, Ariane Santos.

Badu Design | Parte III

Série Cápsula

Quais são os valores que embasam a sua iniciativa?
Na última parte da entrevista com Ariane Santos, a empreendedora conta que inovação social e sustentabilidade são os principais valores da Badu Design.
Além de transformar materiais que seriam descartados, a empresa “transforma a vida das pessoas que as vezes estão sem expectativas ou desacreditadas de si. A Badu quer que as pessoas se conectem de forma mais criativa, com mais liberdade. As pessoas podem ser quem elas são, da maneira que elas quiserem trabalhar”.